Seguidores

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Vou-te amar

Hoje vou-te amar
Não porque quero
Até porque te amo
Vou-te amar
Não porque me amas
Mas porque nos somos o amor
Não posso amar sem ti
E não posso ser amado sem mim
Não é um amor grande
Nem tampouco pequeno
É um amor verdadeiro
Vou-te amar hoje
E vou amar amar-te amanha
E vou amar pensar amar-te que no futuro continuo amar-te

1 comentário:

Fernanda disse...

O amor nao se mede mesmo, sente-se porque se sente. fiquei um pouco apreensiva com o comentario em cima e tomei a liberdade de deixar por la' um comentario, porque tambem sei o que e' sentir-me no limite. mas o nosso interior tem forcas que desconhecemos.