Seguidores

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Quero uma vida

Quero uma vida
Não a tua!
Mas a minha
Poderei ser tua vida?
Se a minha assim entender.

Quero uma vida
No desbravar
Com condição para amar
Quero ela! Que seja sentida.

Quero uma vida
Pode ser de pequena medida
Mas que o sonho seja grande
Sabes de alguma vida que ande?

Quero uma vida
Para ser sentida
Pode ser minha e tua
Ou só nossa
Quero ser um
Para poder ser dois


Quero uma vida
Para ser lembrado
Para sentir dor de barriga
De velhice a teu lado

Quero uma vida
Como uma tela
Por pintar colorida
Ate que me destine nela

Quero uma vida
Não para a ver passar
Não para a ver caída
Mas sim para com ela criar
Um eterno lugar para amar

2 comentários:

SolBarreto disse...

Acredito que todos querem isso...
"Quero uma vida
Como uma tela
Por pintar colorida
Ate que me destine nela"
Adoro te ler!

Flávio Miguel Mota Pereira disse...

está fixe, gostei.

Querer uma vida é dificil quando uma oportunidade já se foi, porém a ideia sentida é sensacional