Seguidores

domingo, 7 de novembro de 2010

Como qualquer português tenho o direito de reclamar!
Mas agora que chega o autocarro não sei por onde deva entrar,
Mas mesmo se conseguir lá entrar,
Onde me poderei sentar?

E divago horas e horas,
Vendo os autocarros por passar,
E chego a conclusão,
Que talvez seja melhor seguir de Pé.

A seguir de pé
O passeio é curto
E pode sempre surgir o herdeiro
Para reclamar a fé

 Aparte por aparte
Decido descalçar os sapatos
Ai que cheiro!
Gritam os putos
Com os pés lavados no chão
 Simplesmente me agarro aos sapatos
Com os pés descalços
Sorrindo para os abstractos
E sigo meu caminho
Cantando alegremente.

6 comentários:

SolBarreto disse...

Gostei dese jeito sutil de se queixar...
Não tinha ideia de como as ruas eram estreitas...gostei de ver a imagem...

SORAYA VIPOESIAS disse...

Olá ! Muito interessante seu texto e criativo. Tenha uma ótima semana !

Alexandre da Fonseca disse...

MARAVILHOSO TEXTO, GOSTEI DO BLOG, SUCESSO EMUITA PAZ....VISITE: WWW.INSTITUTOEUQUEROPAZ.BLOGSPOT.COM

Luís Coelho disse...

Bom dia
Passei e gostei. Deixo-te uma palavra de respeito pela tua escrita e por essa imaginação criativa.
Passei ainda pelos outros mas apenas este me despertou mais.
Voltarei se o tempo e os ventos aqui me fizerem aportar.........

MariAne disse...

Tirando os sapatos
de pé descalço ao chão batido
Solta, liberta o sonho do menino
revive a história e encontra
teu coraçao sorrindo.
Por mais que o mundo nos queira irritar, está dentro de ti o direito de sorrir, gritar, chorar e amar!

SolBarreto disse...

Nao sei se você gosta ou aceita esse tipo de coisa, mas gosto tanto do seu Blog e de você que te fiz esse agrado, mas se nao quiser seguir as regras ou colocar em seu Blog nao tem problema!
Te fiz o agrado porque gosto!
http://palavraspelocaminho.blogspot.com/2010/11/selinhos.html