Seguidores

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

se tiver coragem




E na noite
Esse mistério
A lua como império
Sedução
Musica na razão
Do pouco que aguardo
Entre o amargo
Será que voltei a ouvir o velho piano?
As estrelas não me falam mais
Meu pai não ouve mais
Porque meu pai meu Deus?
Corro fugindo da sombra que persegue
Demónio que me acede
Entro no mar gelado
Para nadar
Mergulhar no profundo azul
Tenho que encontrar
A baleia que rei Roberto
Falou do oceano
Tenho que encontrar os golfinhos
Cantando e dançando
Vou subir ao céu
Pelas ondas do mar
E fazer Deus me escutar?
Ninguém me vai impedir!
Deus sou eu!
Teu nada
Você já olhou a guerra desenfreada?
Você já olhou a criança violada?
Você já olhou a fome de cidade em cidade?
Deus?
Você já olhou a falta de amor?
Já olhou a dor?
Deus porque?
Você já viu a morte?
A pouca sorte do pobre pedinte do sem abrigo
Você olhou as armas maciças de guerra?
Você ouviu o grito da mulher?
Você ouviu o temor do homem?
Você esta surdo?
Deus se não ouviu
Esta na hora de ouvir
Ou a terra vai deixar de existir
Deus sou teu servo
Mas o povo não pode esperar mais

quanto ao homem faça sua parte!!
se tiver coragem!!

4 comentários:

SolBarreto disse...

Se mais de nós tivessemos coragem de agir, de fazer as coisas acontecerem, talvez o mundo fosse um lugar melhor...
Mas ainda acredito no " ser humano", acredito na melhora..

IT disse...

És um escolhido sua história
não acaba aqui,vai viver!
porque nasceu para vencer.
Nunca vi um escolhido
que ama sem resposta
Das cinzas ele clama
chama, implora.

...das Cinzas Clama!

Filipi,
minhas palavras são estas...por ora são estas.

Fernanda Rocha Mesquita disse...

Tanto inconformismo! Eu tambem sou e o meu marido me diz constantemente que nao adiante ser inconformada como sou. Mas que fazer? Tambem nao consigo viver apenas por viver e aceitar as coisas so porque elas ja estavam ca' ou porque foi sempre assim. Tantas dessas perguntas que fazes aqui, tambem as faco. Por vezes digo a Deus que ele nao existe. depois penso que talvez exista, mas logo pergunto se tem tanto poder porque tanta permissao ao mal, a' desigualdade, ao sofrimento de tantos.
Dizes realmente muito aqui!
bom fim de semana.
tenho andado com pouco tempo

Flávio Miguel Mota Pereira disse...

Bela forma de encarar o poder de quem não o tem. O homem faz tanta asneira que se for bem olhada dá para o torto.
Filipe, bela força