Seguidores

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Eu estou aqui




Entro por sua porta
Mesmo sem ter o convite
Subo suas escadas
Tento lhe falar
Mas você nem me ouve
Não me responde a meus apelos
Ferida pela paixão
Você se joga ao vento
Voando em asas que você própria criou
Eu sussurro
Eu grito seu nome
E você me vira as costas
Eu choro, eu imploro
Mas você já nem escuta o som
Aquele som que você tinha no coração
Eu colho das flores
Aquelas que você cuidou
E te entrego minha plantação
Enraizada na próxima vindima
Nas uvas do amor
Me transformo em abelha
E sugo sua flor
E fica assim amor feito mel
Em seu doce beijo meu doce paladar
Será que agora
Você pode
Você tem
Tempo para me escutar?
Eu estou aqui


5 comentários:

Lu Nogfer disse...

Ouço como se fosse a voz do proprio coraçao!
LINDAS PALAVRAS!

Beijos

Mina disse...

sem duvida um dos melhores

Juliane S. Rocha disse...

Acredito que não há mais tempo.
Triste, mas muitos bonito.
Beijos...

Isa disse...

Gostei tanto, não imagina o quanto...

levei, se permites

http://mppisa.blogspot.com/2011/01/eu-estou-aqui.html

beijinho.
Isa

MariAne disse...

Há portas que estarão sempre abertas,
há caminhos esperando o pisar
haverá feridas para serem tratadas
e cicatrizes que nos fazem lembrar
Há flores, cores e aromas
Há vidas, sonhos e amores
que encantam e cantam todas as dores
selados num beijo desejado

Para os amantes haverá sempre a poesia,
a lua, a praia, as estrelas como guia
para os amantes haverá sempre um proximo encontro,
mesmo que este nunca mais se realize, ele revivera em memoria...