Seguidores

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

faça o favor de ser feliz


Se a memoria não me falha nesse medo de te perder um dia esse amor que em você encalha, Nas evidências de essa alegria na espera Dormindo ao relento de quem em mim passa. E se hoje sou o que és Amanha, serei tua voz também no amor em mim entregue Queda de água Que me leva ao teu encontro. Lembra de nos? Dos momentos perdidos dos pequenos sorrisos dos medos vencidos, despido em folhas de Outono espalhadas por um corpo teu Desfolhadas Desgarradas essas tuas e minhas silenciosas Palavras
O agora que ocorre Em vidas separadas em esquecidas madrugadas que te encontrava ao primeiro abraço. Mas a noite cai e você já não vai mais se minha paz traz essa saudade que me brilha e apraz você já esta longe nos braços de outro alguém No agora que ocorre Em vidas separadas Em esquecidas madrugadas Em que te encontrava ao primeiro abraço E agora não encontro mais.

P.S: faça o favor de ser feliz.


3 comentários:

Isa disse...

Se gostei?
Eu adorei, lindo!

beijinho.
ISa

Zil Mar disse...

Lindo seu texto....

Filipe como vc escreve!!!!

Deixo pra vc:"É triste saber que um dia vou ouvir sua voz ou olhar seu rosto e o resto do mundo não vai desaparecer"

bjos querido!

Zil

Cláudia Matos disse...

Adorei este post :)
Que gosto :p