Seguidores

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Talvez seja só mais um dia Uma noite fria

Sombria alta vai esta casa vazia
Esperando o sol nascer
No retorno da esperança em alegria
Dormindo com a lua para um novo renascer

Fumo amargo
Que me queima o ar
Dor que retardo
Por ter medo de aceitar

Precipício de verdade
Que nunca te retarde
Mulher selvagem
Sem dono nem bagagem

Sussurro do vazio
Que me atormente a cada vida
Corpo sombrio
Que me deixa a lágrima na alma caída

Nesse brilho
Nesse olhar
Nesse pequeno abraçar
Nesse simples sem ti


Talvez nem seja um recordar
Sem ti não há um lugar
Sem ti não a ondas no mar
Sem ti o luar é apenas o reluzir de uma estrela por iluminar
Sem ti o esplendor e apenas uma luz de dor

No tempo que passa por passar
Talvez te venha a encontrar
Talvez te venha a conhecer
Nesse doce e eterno silencio
Ao qual no agora não pertenço


Talvez seja só mais um dia
Uma noite fria
Uma luta que não termina
Talvez seja mais um copo vazio
Um luar sem lua
Talvez seja o mar que não firma

Ou talvez seja sem ti
Que minha alma se sinta sem mim
No encontro em que não me encontro
Sempre que quis e não te pode encontrar

Para em ti me firmar
E de abraços abertos ao céu
Proclamar
Que te espero aqui
Em qualquer lugar
Para te poder voltar amar

ou talvez?
Talvez seja só mais um dia
Uma noite fria
Uma luta que não termina
Talvez seja mais um copo vazio
Um luar sem lua
Talvez seja o mar que não firma

ou Talvez?

Ou talvez seja sem ti
Que minha alma se sinta sem mim
No encontro em que não me encontro
Sempre que quis e não te pode encontrar


4 comentários:

Fernanda disse...

Triste, mas muito belo. Nao tenho andado muito ativa por aqui, momentos... tenho escrito mas tenho apenas guardado. belas musicas... estive a escutar, pois gosto.
um bom dia. aqui e 1h da manha.

manosca disse...

SUA ALMA Ë LINDA...CONTINUE ESCREVENDO....

ESTOU ACABANDO DE VOLTAR DE PORTUGUAL
CONHECI BRAGA,BRAGANCA,PORTO,EVORA,AVEIRO, COIMBRA,LISBOA,CASCAIS SINTRA,ESTORIL FIQUEI APAIXONADA POR TUDO E POR TODOS...
SEU PAIS E LINDO.
ABRACOS CARINHOSOS

SolBarreto disse...

Lindo poema...me encantou, me comoveu, talvez porque entenda bem as palavras e sentimentos que estão expostos nele...
Escreves muito bem!
Adorei seu blog, seus textos, suas musicas...vejo que vai ser um lugar onde retornarei mais vezes...

Flávio Miguel Mota Pereira disse...

a força de um choro de quem chora poesia, muito bonito filipe