Seguidores

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Verdes anos



Verdes anos
Belos e desgarrados
Na lembrança do cabelo que agora me cai
As lembranças das verdes vidas

Verdes anos
Da ceifa
Da colheita do amor
Belos e sagrados

Verdes anos
Em sabor
Bela e eterna
Recordação de amor

Verdes anos
Que mantenho em minha velhice
O ainda gosto
Da paixão em minha meninice

Verdes anos
Onde escutava belas canções
De sempre boas e reais
Razões
Nos verdes anos
Nos verdes inícios
Repletos de sensações
 saudades de ti
Saudades de mim
Saudades de nos
Verdes anos
Verdes anos
De sabores e tradições
De mares e paixões
Verdes anos
Verdes anos
Os únicos verdadeiros
Em nossos corações

5 comentários:

MariAne disse...

Que o amadurecer destes Verdes anos lhe sejam plenos,
Do passado, guarda as lições aprendidas
Dos amores, abastece a vida

A meninice exalta nova vida
Mantem dos Verdes Anos, o folego para o que vem a frente
E do amadurecer, degusta o sabor que só você sabe definir em tua interioridade

Revela
Grita
Canta
Escreve
Teus Verdes Anos

Juliane S. Rocha disse...

Bonitos anos cheios de vida.
Beijos...

Anónimo disse...

Ahh que já estou ficando viciada aqui neste seu cantinho [:)].. é impossível não passar por aqui para ler suas postagens.. estou me tornando a sua fã número 1 [:)]

Beijocas em seu coração..
*verinha*

Flávio Miguel Mota Pereira disse...

filipe, pedi a um amigo meu para te convidar para o partenon dos poetas, o local onde toda a poesia é aplaudida e por seres bastante bom.

O local é: WWW.LUSO-POETAS.NET. grande parte dos grandes está lá e pedi a um tipo que é webmaster para tu entrares.

Mostra o rei que tu és, se vires lá flavito sou eu

MariAne disse...

Que convite legal Filipe, fico muito feliz por ti.
Espalha tua poesia,
imprime tua marca
e quando ficares famoso
lembra dos teus fieis seguidores... srsrsr

abraços