Seguidores

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

se me permitir farei os voos rasos


Tenho a palavra que Deus me deu
Habitada em minha alma
No dom que me concedeu
De escrever com a palma
Na mão da alma
Que me transcende
Ao mais intimo ser
Sabendo que tudo é pequeno
Em cada alma em expansão
Onde os horizontes não conhecem limites
Onde a vida quer ser vivida
Amada em cada razão
Descaída de cada sensação
Me permita fazer os voos rasos
Que as gaivotas também fazem
Por entre desertos escaldantes
Me permita superar isso com amor
Perfumar o teu peito
Onde me seguro para não fundear
Me permita a palavra
Criar um novo leito
A palavra pode ser abordada
Mas nunca retardada
Pode ser encontrada
Mas estar retirada
Onde chega a dor
E o choro
Das lágrimas de um passado
Por viver
Eu reconheço então
Se é sonho, que seja para ficar
Sabendo que tudo é pequeno
Em cada alma em expansão
Onde os horizontes não conhecem limites
Eu vou-te conquistar
Na mais bela e nobre vitoria
Não o vou fazer com glória
Mas com humildade
De quem de verdade quer amar
Vou-me transportar a ti
Em cada carinho
De momento em momento
Respondendo ao toque
Perfumando teus passos
Amenizando tuas dores
Vivendo a teu lado novos paladares
Novos sabores
Agarrando teu corpo a cada dissabor
E eu serei teu e tu serás minha
E eu serei tu e tu serás eu
E seremos o vento
Que caminha descalço sobre o mar
E nasceremos em cada luar
Onde tu me quiseres encontrar
Para de novo me amar
E se me permitir farei os voos rasos
Que as gaivotas também fazem
Por entre desertos escaldantes
Se me permitir superarei isso com amor



5 comentários:

* verinha * disse...

Meu cantinho preferido onde eu esqueço do tempo e a cada post um novo encantamento!

Uma super beijoca em seu coração Filipe!


*verinha*

Chá das Cinco disse...

O romance vem com força, uma grande energia de amor sai de teus escritos.
Não sei como o teu peito aguenta carregar tanta poesia...

Um abraço
Gemária Sampaio

Cria disse...

Impecável !!!

MariAne disse...

Intenso!

Angel disse...

Filipe, meu anjo,
Com nossos pensamentos nós fazemos o mundo...

um anjo