Seguidores

sábado, 28 de julho de 2012

São esses olhos


São esses olhos que brotam

A maresia do amanhecer

Se a vida se afunda

Entre a tempestade

Nos braços que se estendem

E a vida deixa de viver



Uma pequena flor

Plantada a beira-mar

Nesse cheiro nesse odor

De ternura turbulenta

Rede num barco a remos

Que retorna vazia



São esses olhos que se enchem de alegria

Deixando soltar pequenas lagrimas de dor

Corações perdidos a deriva da alma

Espinhos plantados no amor



Ressurgimentos de um dia

Segundo a segundo

Sem pudor, despidos ao luar

Enquanto tudo sem lugar gira



Palavras secretas

Colaturas abertas

Picadas de insetos

Pelo verão de ti

Pedindo mais um dia

Em teus olhos

De comportas abertas










2 comentários:

Crista disse...

Oi...para tu!!!!
Vim aqui, só pra te dizer que estou te deixando um beijo neste último dia de julho!!!!
Não é emocionante saber que nunca mais teremos o dia 31 de julho de 2012????????
Até me dá uma coisa em meu coração...
Mas o importante é que vivi momentos lindos contigo,teu blog e tuas postagens!
Já imaginou que porcaria seria minha vidinha sem tu????
Amanhã será um novo dia...
Para,né???
Eu sei que todo dia é um novo dia...só que não seria, se tu não tivesses eu...ksksksksksks...
Ai,como eu te gosto!!!!! \o/

António Jesus Batalha disse...

Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens, gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
PS. Se desejar seguir o meu blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.