Seguidores

quarta-feira, 27 de março de 2013

colidiu em mim

Não perdi a capacidade ou vontade de te recitar de novo,
Apenas surgiu.
Uma nuvem escaqueirando a palavra no mundo que o próprio mundo colidiu em mim.
Tenho em mim tudo,
Em mim o presente também,
O que em mim ficou?
E o que me abandonou, sem nunca ter abandonando,
O coração que mente,
Me entregando a ilusão,
Pode ser alguém,
Que pertence a alguém,
Mais de ninguém que não é de ninguém,
Pode alguém ser de alguém?
No mundo que o mesmo mundo de novo colidiu em mim...

2 comentários:

Eli disse...

O que fica em nós é aquilo que já éramos, mas de uma forma ainda mais completa.


P.S. Por favor, retira a verificação de palavras!

Tâ Faria disse...

Tu és um ser encantador...Lembre-se sempre disso...Beijinhos