Seguidores

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Divagar

Salpicos de súplicas
Ao raiar do dia
No que depende
O dependente
Abrangente
Sereno
Eis o coração do carente

Eterno só o eternamente
Desconsertado
Eterno, esse
Amor mal amado
Imaginação
Essa não vem do coração
Pensamento que nos prende
Imaginação
E tudo menos coração
E alma viva
Tocando o céu com a mão da terra
No elo perfeito

Testemunhos de verdade
Lágrimas de saudade
Qual altar abandonado
Após a cerimónia encerrada

Mentiroso, caluniador
Impostor
Qual ladrão
Que rouba a pureza
Do puro coração

Luz que se apaga
Luz que te desvia
Ser querer
Mania do tudo saber
Mas quem sabe que nada sabe?

Quem sabe que tudo e um labirinto
Encoberto
Distinto
Faminto
Quem voltou ao amor depois da dor?

Eu serei lutador
Campeão da mentira
Se for necessário
Para o caminho da verdade preparar

A lição é simples
Entre pernas curtas
Para gigantes
Saber perdoar

E nada tenho
Mas tudo tenho
Imperfeito porque sempre aceite
Que serei eterno pecador
Mas terei que ser escravo da dor?

Sim
Vou divagar
Vou sonhar
Entrar no alto mar

Vou jurar ao amor
Não que não irei pecar
Mas que irei tentar
Ser pequeno em pernas grandes

Sim vou-te humilhar
Repudiar
Mas também te irei ouvir
Escrever cartas

Cartas de amor talvez
Porque não?
Vale sempre a pena tentar
Perfumar esse momento

Estarei atento
A essa condição
De eterno errante
Aceno-te agora
Por que no futuro quem sabe?
Se te perder
Guardarei este momento
Do aceno

Agora rodopia
Salta e brinca
Casa vazia
Que chora e grita

De portas abertas
Ao incerto mais que certo
Para quem lá entrar
Apenas aprender
Que no amor tudo vale
E tudo é apenas uma palavra
PERDOAR

2 comentários:

SORAYA VIPOESIAS disse...

Olá !

Belo texto, se não for a nos guiar e as palavras para nos encantar, somos sim, eternos aprendizes ! Parabéns !

SolBarreto disse...

"Quem sabe que tudo e um labirinto
Encoberto
Distinto
Faminto
Quem voltou ao amor depois da dor?"
Amei isso...lindo, profundo...
Tem umas musicas que amei e vou copiar para o meu Blog rsrsr nao se importa não é?