Seguidores

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Não a nada que possa dizer



Queria apenas ver um pouco do teu céu
Que fosse aberta a cortina
Queria um pouco de um sorriso teu
Ser uma pequena semente que germina

E falar lá fundo em teu coração
Que estou aqui para te amar
Na espera de tanto tempo
Que a mim chegues sozinha

Os sonhos que não venham sozinhos
Os sonhos que não se realizam
E tu és tudo que eu quero
E é por ti que eu espero

No céu que teu amor me deu
Onde só existe eu e tu
E nada me afastara de ti
Desse dia em que te perdi

No céu em que em ti me abraço
Uma vez na tua vida
Para sempre em ti ficar
Não a nada que possa dizer
Só em teu ombro me deitar
Não a nada que possa dizer
Sempre que te quero beijar
Na verdade eu esperei tanto tempo
Que chegasses
Para simplesmente te amar
No sonho que se tornou realidade
E tu és tudo que quero
E tu és tudo que preciso
Para ao teu lado construir um lar
Para ao longo da vida te amar




2 comentários:

Cria disse...

Belíssimo, Filipe, como sempre é tudo aqui no teu espaço. E a imagem, completa perfeitamente as palavras, PARABÉNS !! Beijo.

Isa disse...

Lindo adorei!

Isa