Seguidores

sábado, 12 de março de 2011

Em ti estou pronto


A vida passagem secreta
Gritante
Escorregadia em cada pedra gigante
Tropeção em cada paixão
De palavra concreta

Quem não aceita o perdão
Se o sol ainda ilumina os afogados
Entre a morte que nos separa da vida
E tu caminhas
Caminhando pela estrada
Sem morada
Onde fica esse abrigo
De porquês
De incertezas
Nos rompantes
Que circundam sua mente
E se o agora te é pouco
O que será o depois

Voando pelos teus sonhos
Em asas sem fim
Presos pela garganta
De um soluço
Que se quer soltar

Hoje talvez seja
Em si
Em mim
No mundo
Em qualquer lugar
Um bom dia para amar

Relembrar o sorriso
A alegria passada
Presa ao eterno
Onde a felicidade existiu

A vida o mistério
Em busca constante
Aflito pelo mar que acolhe
Em ondas que me adormecem
Embalando uma alma de menino
Que se solta para te amar
Em mãos singelas
De corpo humilde
Erguendo a razão
Em esperança
De um dia
Ser uma pomba e voar
De conquistar esse teu coração
Numa noite
Num luar

Rompendo roupas gastas
Em remendos por remendar
Me debruço
Em teu olhar
Contemplando
Um único
E só teu
Esse olhar

Que me faz acreditar
Que do céu sai o azul
Cobrindo a terra
Pintando o mar

E em cada pergunta
Que respiro
Soltando tudo
Sem guardar nada para recordar
Eu me preceito
Em não mais aguardar
Em ti estou pronto
Para te amar





3 comentários:

Mar disse...

Roubou-me as palavras e trancafiou-as a setre chaves em baú lançado ao mar, esta linda forma de amar!

Lindo poeta, dor sentida em palavras vertidas, na sigeleza de amar!

Verinha disse...

Passando para uma visita e para lhe desejar um lindo fim de semana!.. A cada poesia, um momento de doce leitura!.. Parabéns!

Verinha

Thaíla disse...

Mandou bem, Portugas! haha
Tu tá bem? To sentindo teus poemas mais alegres
Beeeeeijos.