Seguidores

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Não serão rabiscos


Em resposta ao meu poema não faça rabiscos de meu corpo, recebi este carinho de minha querida amiga,  poetiza Olhos de Agua.
obrigado de coração.



Não serão rabiscos
Em um entardecer do dia
Serão tintas a cobrir o corpo
Das cores que a mais febril paixão faz enaltecer

Vigiada pela lua, cúmplice das noites mal dormidas
Insónia alimentada por lembranças do corpo estremecido em amor
Em vendas, rendição completa à confiança
Que prende, rende e veda a razão
Entrega sem resistência a real fantasia

Sem trégua, nem pranto
Apenas amor
Ardor
Avassalador
Tatuado na pele
Marcado
Assinado e selado sem pudor
Intensificados ao romper do dia
Sobrevivendo as densas névoas da noite
Fortalecido a impetuosidade das tempestades
Purificado e renascido pela lama da verdade
E não serão mais rabiscos em seu corpo
Nas cores que nele colori



        Poema escrito por Olhos de água

2 comentários:

* verinha * disse...

A junção dos dois poemas ficou perfeita!.. Parabéns!!!

Cria disse...

Parabéns pela inspiração !